Sistema permite construir casa em dez dias

Apesar de recente por aqui, o sistema rápido de construção steel frame vem ganhando adesão de arquitetos e engenheiros brasileiros. Por usar placas ou perfis leves de aço padronizados, combinados com drywall (gesso acartonado) e placas cimentícias, a tecnologia é capaz de executar projetos de maneira mais ligeira e mais limpa que as obras de alvenaria tradicional.

"É o contrário do usual. Enquanto se gasta de quatro a cinco meses com o projeto, a execução é bem rápida. A obra em uma área de 60m², por exemplo, pode ser entregue apenas dez dias", afirma a arquiteta de Mogi das Cruzes (SP), Heloisa Pomaro, que já trabalha com a técnica há 13 anos.

Outras vantagens são a possibilidade de expandir a construção com facilidade e a resistência – a estrutura chegaria a durar 100 anos. "Também é possível aproveitar melhor o espaço interno, manter um excelente isolamento acústico e térmico e até mesmo montar uma estrutura em aço galvanizado para o telhado, que é imune ao ataque de insetos", comenta a arquiteta.

Um dos motivos para a elaboração do projeto levar tanto tempo é que as placas padronizadas precisam ser unidas de forma a atender a arquitetura da casa. O sistema convencional é mais flexível. "É como o Lego. Você tem as mesmas peças e precisa produzir diferentes estruturas", compara Heloisa. De qualquer forma, a técnica já serviu de base tanto para casas de alto padrão quanto para prédios públicos, com o da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano, em São Paulo, e as Unidades de Pronto Atendimento, no Rio de Janeiro.

A demora no planejamento está ligada também aos cálculos mais precisos sobre utilização do material, de forma a evitar a sobra indevida de aço. "O steel frame reduz em 80% a utilização de cimento e não produz entulho. Não seria coerente possuir esse apelo sustentável e errar no cálculo sobre a quantidade de aço necessária".

Fonte: bonde.com.br

No Comments Yet.

Leave a comment